Dieta Enteral em casa | Passo a Passo

Lave as mãos com água e sabão imediatamente antes de mexer com a dieta.

A dieta enteral deve sempre ser administrada em temperatura ambiente, caso esteja na geladeira deve ser retirada pelo menos 20 minutos antes da alimentação.

A dieta deve estar homogênea e bem diluída para a alimentação evitando dessa forma o entupimento da sonda.

Se a dieta for em pó, dilua bem em água e use o liquidificador ou mixer se necessário para melhor homogeneizar.

Verifique a quantidade de dieta prescrita pelo nutricionista ou médico e coloque no frasco descartável.

Introduza o equipo (mangueirinha azul) ao frasco utilizando a própria ponta do equipo para furar a tampa do frasco.

Ao furar a tampa você pode encontrar um pouco de resistência, fique calmo, é normal.

A dieta deve correr pelo equipo até gotejar na outra extremidade para que você tenha certeza que não há bolhas de ar no sistema (dentro da manguerinha).

Após interromper o fluxo de dieta já está tudo pronto para começar a alimentação do paciente.

Pendure o frasco com a dieta no suporte de alimentação ou pelo menos 60 centímetros acima da cabeça do paciente.

A posição ideal de alimentação é com o paciente sentado a uma inclinação de 45° do encosto.

Evite a alimentação com o paciente deitado.

A velocidade média do gotejamento da dieta enteral é de 1 gota/segundo. Mantenha o gotejamento sempre próximo dessa velocidade para evitar intercorrências.

Após o término da alimentação higienize a sonda utilizando uma seringa de 20 ml com água potável através de um jato com pressão na sonda onde acabou de passar a dieta enteral.

Normalmente após a alimentação com a dieta enteral o médico ou nutricionista prescreve água de 200 a 300 ml para a hidratação do paciente.

Conecte o frasco a água filtrada na mesma sonda de alimentação e inicie a hidratação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *