Dieta Enteral e Parenteral, qual a diferença?

Dieta Enteral Parenteral

Quando o paciente está impossibilitado de se alimentar pela via oral terá como opções a alimentação enteral ou parenteral.  Mas qual a diferença entre alimentação enteral e parenteral? 

A Dieta Enteral

A dieta enteral é composta por nutrientes que ainda precisam ser digeridos e absorvidos pelo estômago ou intestino. Desta forma a dieta enteral é utilizada para a alimentação via sonda diretamente no estômago ou intestino.

Basicamente a dieta enteral é uma alternativa quando a boca está comprometida no processo de digestão. Assim, a dieta enteral fornece os nutrientes já “quebrados” e prontos para a digestão e absorção no estômago e intestino.

A Dieta Parenteral

A dieta parenteral é composta por glicose, gorduras, proteínas, vitaminas, água e sais minerais já digeridos e prontos para serem absorvidos pelas células do corpo. Por isso a dieta parenteral é administrada diretamente na corrente sanguínea

A dieta enteral NUNCA dever ser administrada no lugar da dieta parenteral pois causará a morte do paciente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *